coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

FMI aumenta empréstimo ao Uruguai

O FMI comunicou hoje que vai aprovar um aumento de US$ 1,5 bilhão no empréstimo para o Uruguai. O acordo original, de US$ 769 milhões, tem validade de 24 meses e foi aprovado em março. A diretoria-executiva (composta pelos representantes dos países associados ao fundo) do FMI deverá avaliar a carta de intenção revisada do Uruguai na próxima segunda-feira.O diretor-gerente-adjunto do FMI, Eduardo Aninat, disse que a crise que afeta a América Latina tem tido efeito mais grave na economia uruguaia. "As autoridades do Uruguai vêem respondendo decisivamente aos eventos e o programa revisado que eles (uruguaios) submeteram foca corretamente no fortalecimento da confiança no sistema bancário, em particular com o estabelecimento do fundo especial para fornecer assistência de liquidez, ou lidar com as necessidades de recapitalização que os bancos venham a solicitar", afirmou Aninat.Segundo ele, a gerência do FMI elogiou as medidas adotadas pelo governo do Uruguai para manter o programa fiscal, assim como o compromisso do governo de aprofundar o processo de reformas estruturais.

Agencia Estado,

18 de junho de 2002 | 15h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.