FMI diz que mercados reagem com exagero ao Brasil

O diretor do Departamento para o Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI), Anoop Singh, disse hoje que os mercados estão reagindo exageradamente em relação ao Brasil e manifestou a sua confiança no Banco Central do País. Ele explicou que o País está dentro da linha prevista do atual programa do FMI.Singh, que participa em Londres de um seminário do Institute of International Finance, disse que o BC brasileiro tem desempenhado uma conduta responsável e competente. "O BC conta com uma alta credibilidade e a sua competência não deveria ser colocada em questão", afirmou.?Brasil já tem um forte superávit primário?Segundo Singh, boa parte da atual volatilidade está sendo causada pela sucessão presidencial no País. "Está havendo uma reação exagerada dos mercados", disse ele. Após a eleição, veremos condições mais normais para o Brasil, explicou. O diretor do FMI salientou que a economia brasileira continua apresentando "fortes fundamentos".Questionado se o País teria necessidade de elevar o seu superávit primário, ele disse que o Brasil já apresenta forte superávit primário. Ele ressaltou ainda que houve nos últimos anos um fortalecimento das instituições financeiras do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.