Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

FMI: Europa deveria apertar orçamentos no médio prazo

O Fundo Monetário Internacional (FMI) conclamou a Europa e outros países desenvolvidos a centrarem o foco em um aperto orçamentário de médio prazo. O pedido vem à tona em meio a advertências da diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, e outras autoridades da entidade de que os cortes orçamentários de curto prazo venham a prejudicar a recuperação do crescimento, fundamental para reduzir a carga de endividamento dos países.

RICARDO GOZZI, Agencia Estado

22 de abril de 2012 | 20h41

"Tudo o que fazemos deve privilegiar a consolidação fiscal no médio prazo, especialmente nas economias desenvolvidas", disse Tharman Shanmugaratnam, presidente da comissão de formulação de políticas do FMI depois de um encontro com ministros das Finanças de diversos países neste sábado.

Shanmugaratnam enfatizou a existência de um consenso dentro do FMI com relação ao fato de isso ser "fundamental" em um momento no qual estima-se que diversos países desenvolvidos retornarão a níveis normais de crescimento dentro de dois ou três anos.

"Isso inclui reformas estruturais para recuperar a confiança e trazer de volta investimentos", disse ele. "Se o PIB não voltar aos níveis potenciais, a sustentabilidade fiscal não será possível", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropacriseFMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.