finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

FMI: exportação no Brasil é a maior da América Latina

O diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI), Anoop Singh, afirmou que os bons resultados das contas externas do Brasil estão relacionados com alguns fatores, especialmente com o avanço das exportações, que registram uma velocidade maior de expansão do que a registrada pelas vendas externas dos outros países da América Latina.De acordo com a última pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central, economistas de 100 instituições financeiras e consultorias estimam que o saldo comercial em 2007 será de US$ 40,95 bilhões, enquanto no próximo ano, o superávit deve registrar uma marca um pouco menor, de US$ 34,10 bilhões.Singh ressaltou que os principais desafios para os países da América Latina no médio prazo são ampliar os investimentos e a produtividade, pois serão importantes para elevar as riquezas nos países da região, sem pressões inflacionárias e que também serão importantes para combater problemas sociais, como a pobreza.Os comentários de Annop Singh foram feitos durante apresentação do relatório Perspectivas Econômicas das Américas, lançado em seminário da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizado em parceria com o Ministério da Fazenda. A abertura do evento foi realizada pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Também participam do evento o Secretário de Acompanhamento Econômico, Nelson Barbosa, o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Márcio Pochmann, e os professores Luis Carlos Bresser-Pereira, da FGV-SP, e Ricardo Carneiro, da Unicamp e o senador Eduardo Suplicy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.