FMI faz comentários favoráveis sobre queda dos juros

O Fundo Monetário Internacional (FMI) fez comentários favoráveis à decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 2,5 pontos porcentuais. Com isso, a taxa que estava em 24,5% ao ano passou para 22% ao ano. O Fundo reafirmou que a política monetária do governo está bem encaminhada para atingir as metas acertadas no acordo com o organismo. Segundo o porta-voz do FMI, Thomas Dawson, a medida continua em convergência com as metas de inflação do governo e lembrou que a taxa já foi reduzida em 4,5 pontos porcentuais nos últimos três meses. "Acredito que a política monetária segue orientada, firmemente, para cumprir as metas previstas com o FMI e nós respaldamos as políticas do Banco Central brasileiro", declarou. De acordo com Dawson, o desempenho da economia continua claramente dentro dos parâmetros delineados no acordo entre Brasil e FMI. "Eu diria que as autoridades brasileiras continuam mostrando uma firme determinação para implementar seu programa econômico", disse Dawson. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.