FMI garante US$456 bi em novos recursos, diz Lagarde

O Fundo Monetário Internacional informou nesta segunda-feira que levantou 456 bilhões de dólares em novos recursos para enfrentar a crise depois que mais 12 países, incluindo os membros dos Brics, Brasil, China, Rússia, Índia e África do Sul, prometeram capital para ampliar o caixa do FMI.

REUTERS

19 de junho de 2012 | 07h32

Em abril, países membros do FMI comprometeram-se com um valor de 430 bilhões de dólares para lidar com os efeitos da crise da zona do euro na economia global.

"Esses recursos estão sendo disponibilizados para prevenção e resolução de crise e para atender às necessidades potenciais de financiamento de todos os membros do FMI", disse a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, em comunicado.

"Eles serão retirados apenas se forem necessários como uma segunda linha de defesa", completou ela.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFMIRECURSOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.