FMI manda nova missão à Argentina para completar 3a revisão

A Argentina se prepara para receber uma nova missão do Fundo Monetário Internacional (FMI), nas próximas duas semanas, para completar a terceira revisão de metas do acordo, assinado no ano passado, a qual deveria ser concluída em julho. No entanto, estima-se que com o envio de uma segunda missão, a revisão deverá sofrer um atraso, como as duas anteriores, e ser aprovada somente em agosto.O FMI considera que a "missão anterior terminou sem definições", segundo uma fonte do organismo, e os técnicos vão regressar para avaliar o progresso nas reformas estruturais, como as novas leis de co-participação de impostos, e de responsabilidade fiscal; a renegociação dos contratos com as empresas privatizadas; e determinar a "boa fé" do governo em relação à reestruturação da dívida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.