FMI receberá empréstimo adicional de US$ 71 bi da UE

O FMI saudou a decisão da União Europeia (UE) de proporcionar um empréstimo adicional de US$ 71 bilhões. "Esta é uma contribuição vital para a meta estabelecida pelo G-20 (...) de aumentar os recursos do Fundo em até US$ 500 bilhões", disse o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, em um comunicado. "Os fundos vão ajudar a sustentar as operações de empréstimos do FMI através da atual crise global e nos próximos anos", diz a nota.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

04 de setembro de 2009 | 20h02

Até agora, a UE se comprometeu a emprestar o equivalente a US$ 178 bilhões ao FMI, enquanto o órgão multilateral trabalha para aumentar seus recursos para atender o aumento nos pedidos de ajuda de países membros.

Esse montante inclui US$ 15,8 bilhões da França. Nesta sexta-feira, o FMI disse que tinha assinado um acordo com a França para receber os fundos. A França se comprometeu a emprestar um valor adicional de US$ 1,05 bilhão com objetivo de estimular a ajuda aos países de baixa renda, disse o FMI. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIUnião Europeiaempréstimo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.