Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

FMI: relatório sobre Grécia ainda não foi concluído

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse, neste domingo, que o relatório sobre a missão à Grécia, juntamente com a União Europeia (UE) e o Banco Central Europeu (BCE) ainda não foi concluído.

NALU FERNANDES, Agencia Estado

29 de maio de 2011 | 12h05

Os comentários foram feitos em resposta a um artigo divulgado na revista alemã Der Spiegel, dizendo que a chamada ''troika'' vai concluir que a Grécia não cumpriu as metas fiscais.

"Nossas discussões com as autoridades continuam, estão fazendo progresso e vão ser concluídas logo", disse o FMI, em comunicado enviado para a Dow Jones, pelo BCE. A autoridade monetária europeia disse que não tinha nada a adicionar ao comunicado do Fundo. O ministro das Finanças da Grécia, George Papaconstantinou, também negou a notícia, classificando-a como "completamente distante da realidade".

Para o membro do corpo executivo do BCE José Manuel Gonzalez-Paramo não há outra solução para os problemas da Grécia a não ser manter o programa de austeridade e, se necessário, fazer cortes adicionais. As declarações foram feitas ao jornal La Vanguardia, em entrevista divulgada neste domingo.

"Não há outra saída a não ser implementar o programa aprovado há um ano, pois atinge a raiz do problema. Qualquer discussão sobre alternativas é uma distração em relação aos problemas fundamentais", disse Paramo, acrescentando que se partes do programa de austeridade não forem cumpridas a Grécia deveria implementar novas medidas.

Paramo afirmou que, se a Grécia der prosseguimento aos programas e se a economia crescer como esperado, o crescimento da dívida do país é "sustentável". Reestruturar a dívida da Grécia não é uma alternativa. "Quando pessoas falam sobre reestruturar a dívida, eles não percebem o que isso significa", ponderou, ao jornal. Paramo defendeu os movimentos do BCE durante a crise, incluindo a compra de dívida de países como Portugal e Espanha. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.