FMI, UE e Bird oferecem ajuda de US$ 25 bi à Hungria

O Fundo Monetário Internacional (FMI), a União Européia (UE) e o Banco Mundial (Bird) vão conceder à Hungria um pacote financeiro em conjunto de cerca de US$ 25,1 bilhões. Um comunicado divulgado pelo FMI em seu site na Internet afirma que o fundo vai oferecer uma "linha de crédito stand-by de 17 meses" de US$ 15,7 bilhões à Hungria, enquanto a UE ajudaria o país com US$ 8,1 bilhões. "As autoridades húngaras desenvolveram um pacote abrangente que reforçará a estabilidade econômica no médio prazo e melhorará seu potencial de crescimento no longo prazo", disse o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, no comunicado. "Ao mesmo tempo o plano está projetado para restaurar a confiança do investidor e reduzir o stress experimentado nas últimas semanas no mercado financeiro da Hungria."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.