FMI vê riscos da crise de crédito piorar

A crise global de crédito pode seintensificar e bancos centrais do mundo precisam estar prontospara considerarem uma maior diversidade de ações para protegera economia, disse John Lipsky, primeiro-vice-diretor-gerente doFundo Monetário Internacional, nesta segunda-feira. "Agora, há pouca dúvida de que os riscos de nova escaladadesta crise estejam aumentando e que ações decisivas serãonecessárias para colocar o sistema financeiro global e aeconomia em terreno mais firme", disse a autoridade do FMI, emnota. Ele disse que a política monetária sozinha pode não sersuficiente, e todas as opções --incluindo o uso de fundospúblicos-- devem ser considerados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.