finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

FMI vende 200 ton de ouro a Índia por US$ 6,7 bilhões

Países-membros autorizaram a venda de 403 tonde ouro como forma de criar uma nova fonte de receita

Efe,

03 de novembro de 2009 | 05h31

O Fundo Monetário Internacional (FMI) vendeu 200 toneladas de ouro a Índia por 6,7 bilhões de dólares, com o objetivo de engrossar um fundo de investimento para ser financiado, segundo informou nesta terça-feira, 3, a entidade em comunicado.

 

Com esta operação, o organismo se desfez de quase a metade das 403,3 toneladas de ouro cuja venda tinha sido aprovada pelos países-membros, como forma de criar uma nova fonte de receita para suas operações. "Esta transação é um passo importante na consecução dos objetivos do programa de vendas limitadas de ouro do FMI", disse no comunicado seu diretor-gerente, Dominique Strauss-Kahn.

 

O Conselho Executivo do Fundo aprovou esse programa no ano passado, quando a instituição passava por uma crise orçamentária porque tinha ficado sem clientes.

 

A crise fez com que um grande número de países buscassem novamente de os empréstimos do FMI, especialmente do Leste da Europa. Mesmo assim, o Fundo seguiu adiante com seu projeto, que lhe permitirá deixar de depender exclusivamente dos juros que cobra por seus créditos.

 

O FMI usará a maioria da receita pela venda do ouro, que apresentaram em seu dia os países-membros, para estabelecer um fundo de investimentos com normas mais flexíveis que as permitidas anteriormente. Empregará o resto do dinheiro para subsidiar seus empréstimos aos países pobres.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIouroÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.