Focus já prevê aceleração no índice de preços

Economistas consultados pelo Banco Central projetam inflação mais alta neste ano para os principais índices de preços. Principalmente para aqueles utilizados para corrigir tarifas públicas e aluguéis, os IGPs.

EDUARDO CUCOLO / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2012 | 03h08

A pesquisa semanal feita com cerca de 100 analistas mostra que a previsão para o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) em 2012 subiu pela sexta semana, para 6,57%.

Essa estimativa foi feita na semana passada. A divulgação ontem do resultado de julho, que veio em 1,34%, acima dos 0,99% previstos para o mês, pode levar à revisão da projeção para o ano. O IGP-M é utilizado na maioria dos contratos de aluguéis e de algumas tarifas, como energia.

A previsão para o indicador utilizado como meta de inflação, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), por exemplo, subiu de 4,92% para 4,98% somente na última semana. Para 2013, continua em 5,5%.

Apesar da alta nos preços, os analistas mantêm a expectativa de que o BC corte os juros no final de agosto dos atuais 8% para 7,5% e volte a subir a taxa em 2013, para 8,5%.

A estimativa de crescimento do País em 2012 continua em 1,90%, sendo que a indústria deve ter retração do 0,44%. A projeção para o PIB de 2013 caiu para 4,05%, ante 4,2% previstos quatro semanas antes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.