bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

''''Foi só um freio de arrumação''''

A pausa no ciclo de cortes da taxa básica de juros, a Selic, determinada na reunião de quarta-feira do Comitê Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), não deve afetar o ritmo da atividade deste fim de ano e do início de 2008, avaliam economistas consultados pelo Estado.''''Foi um freio de arrumação'''', compara o sócio da RC Consultores, Fábio Silveira. Ele observa que, diante da alta dos preços agrícolas e do petróleo e do aquecimento da demanda interna, o BC optou pela cautela para avaliar melhor os desdobramentos.Silveira argumenta que, só por conta dessa parada, não é possível prever o enfraquecimento no ritmo de atividade. ''''O ritmo de atividade vai depender das decisões tomadas nas próximas reuniões do Copom.''''Avaliação semelhante é feita pelo economista chefe da Concórdia Corretora de Valores, Elson Teles. ''''A pausa não afeta o Natal nem a atividade em 2008'''', afirma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.