Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Força diz que política econômica é responsável pelo desemprego

A Força Sindical, segunda maior central sindical do País, distribuiu nota oficial na qual critica mais uma vez o governo Luiz Inácio Lula da Silva pelo crescimento do desemprego, dessa vez, apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "Não há explicação para um índice que registra aumento de 203 mil desempregados em relação ao mês anterior (fevereiro deste ano) e de 211 mil em relação ao mês de março do ano passado. Que explicação o presidente Lula dará desta vez? Parece que esses sinais não estão sensibilizando o governo", acusa no documento o presidente da Força, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho.Alegando que o novo dado é "a confirmação do desastre econômico", o sindicalista afirma que é "esse resultado de uma política econômica liderada por tecnocratas insensíveis aos problemas do nosso País, e que acaba minando qualquer expectativa de desenvolvimento social. Estamos presenciando um governo em estado de letargia, voltado apenas para os interesses dos especuladores", adiciona.A Força entende que o crescimento econômico só acontecerá "quando o governo efetivamente baixar os juros de forma substancial, rever o estrondoso superávit primário que está estrangulando a economia e implementar uma política voltada para o aumento da produção e do emprego".

Agencia Estado,

27 de abril de 2004 | 13h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.