finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Força Sindical prepara ato em SP contra juros altos

A Força Sindical prepara para esta quarta-feira, em frente à representação do Banco Central, em São Paulo, na Avenida Paulista, um protesto pelo Brasil possuir as taxas de juros mais elevadas do mundo. O anúncio foi feito nesta terça pelo presidente da Força, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho.Ele disse ter convidado para o ato os presidentes da Fiesp, Paulo Skaf, do Ciesp, Cláudio Vaz, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Guilherme Afif Domingos, e empresários renomados, como o presidente do Grupo Votorantim, Antonio Ermírio de Moraes, além de outras centrais sindicais."O mercado financeiro tem consenso de que Selic deve subir 0,50 ponto porcentual na reunião do Copom que termina amanhã. Ficaremos em frente ao edifício do BC, na Paulista, para realizarmos uma queima de fogos e um verdadeiro carnaval para comemorar os juros mais altos do mundo", relatou Paulinho, em tom de ironia. "Afinal, nós e os empresários somos o bloco dos sem-bancos", complementou.Para a "festa", a Força Sindical convidou as baterias das escolas de samba Mancha Verde e Vai Vai, de São Paulo. O manifesto terá início às 16 horas e será concluído somente após o anúncio da decisão do Copom.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.