Força Sindical promete dia de mobilização nacional

A Força Sindical promete realizar, no dia 24 de março, um dia nacional de mobilização pelo emprego e pelo crescimento econômico em todas as capitais brasileiras. De acordo com o presidente da entidade, Eleno José Bezerra, a série de manifestações também pedirá ao governo o reajuste na tabela do Imposto de Renda para o próximo exercício. A Força pede que o governo faça a correção da tabela do IR com, no mínimo, base nos índices inflacionários registrados durante o ano, para que os trabalhadores que tiveram aumento de salários não paguem mais imposto. Se os valores mínimos e máximos das alíquotas forem mantidos - quem ganha até R$ 1.058 está isento do pagamento do IR, quem recebe salários de até R$ 2.115 paga 15% e, acima desse valor, os contribuintes pagam 27,5% - quem ganhava perto de R$ 1.000 e teve aumento passará a pagar mais, por exemplo. "O governo está arrumando várias justificativas para não reajustar a tabela do IR", diz Bezerra. "Nós já entramos com ação para que isso seja feito, e poderíamos esperar essas coisas de qualquer governo, menos do Lula. Os trabalhadores estão se sentindo traídos", afirma. De acordo com ele, também haverá uma concentração na Praça da República, Centro de São Paulo, a partir das 10h. "Pediremos mudanças na política econômica, a baixa dos juros, mais empregos e crescimento econômico. Os metalúrgicos das principais empresas de São Paulo devem parar pela manhã. Bezerra também deve entrar em contato com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, para que participem do movimento.

Agencia Estado,

12 Março 2004 | 09h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.