Força Sindical: queda de 0,25 p.p. na Selic decepciona

O corte de 0,25 ponto porcentual na taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, que foi para 11,25%, foi considerada "decepcionante" pelo presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, que também é deputado federal pelo PDT. Segundo ele, a queda da Selic anunciada hoje "é um banho de água gelada na já morna economia do segundo semestre".Para Paulinho, a desaceleração na trajetória de corte da Selic se torna um entrave para um crescimento maior da economia do País. "Para ter um crescimento significativo seria preciso uma queda substancial na taxa de juros", disse ele, em comunicado. E emendou: "Esta queda é insuficiente para dar fôlego para a economia". Ainda nas palavras de Paulinho, com esta queda "praticamente inexpressiva", o governo perde oportunidade de estimular a produção, fomentar a geração de empregos e a distribuição de renda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.