Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Ford anuncia corte de 14 mil postos de trabalho nos EUA

A Ford anunciou nesta sexta-feira um plano de reestruturação mais agressivo que o divulgado em janeiro, com o qual pretende reduzir seus custos anuais nos Estados Unidos e no Canadá em US$ 5 bilhões até 2008.Segundo comunicado, o plano incluirá o corte de um terço de seu pessoal administrativo - 14 mil postos de trabalho -, assim como um plano de aposentadorias e demissões voluntárias para 75 mil operários nos Estados Unidos.Desta maneira, afirma a empresa, o corte de 25 mil a 30 mil postos de trabalho que se pensava fazer na equipe assalariada até 2012, segundo o plano anunciado em janeiro, será concluído em 2008.A Ford acrescentou ainda que fechará a fábrica de Maumee (Ohio, EUA) em 2008 e a de motores em Essex (Ontário, Canadá) em 2007.Este é o terceiro plano de reestruturação apresentado em cinco anos pela empresa para a área da América do Norte, que nos últimos meses está sofrendo grandes perdas.A companhia registrou no primeiro semestre de 2006 perdas de US$ 1,4 bilhão e, segundo um relatório interno divulgado nesta quinta-feira pelo jornal Detroit News, os números vermelhos podem chegar aos US$ 9 bilhões este ano.No entanto, apesar destas medidas, a direção da empresa acha que a problemática unidade da América do Norte não registrará lucro pelo menos até 2009, um ano depois do previsto inicialmente.Este plano de reestruturação foi anunciado oficialmente nesta sexta, após a reunião de dois dias realizada pelo conselho de administração."Estas medidas têm conseqüências dolorosas para a comunidade e para muitos de nossos leais empregados", reconheceu o presidente da empresa, Bill Ford."No entanto, as rápidas mudanças na demanda dos consumidores e os altos preços das matérias-primas nos obrigam a tomar medidas rápidas e decisivas para canalizar nosso negócio", acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.