Ford registra US$ 123 milhões em perdas no 2º trimestre

A Ford informou nesta quinta-feira que perdeu US$ 123 milhões no segundo trimestre do ano, o que contrasta com os US$ 946 milhões de lucro que obteve no mesmo período de 2005. As vendas do período superaram os US$ 41,97 bilhões, cerca de US$ 2,5 bilhões a menos que no ano passado.A empresa atribuiu estes números à queda das vendas de utilitários esportivos nos Estados Unidos, devido à alta dos preços da gasolina e ao pagamento de US$ 486 milhões em demissões voluntárias.A Ford anunciou que a produção de veículos na América do Norte para o terceiro trimestre do ano cairá em 58 mil unidades comparado a 2005, até 670 mil unidades. Neste continente, a empresa teve perdas de US$ 797 milhões entre abril e junho - rombo inferior aos US$ 907 milhões perdidos um ano antes."Vimos uma melhora nos resultados na América do Norte durante o segundo trimestre, mas os fatores externos que enfrentamos não vão melhorar", disse o presidente e diretor-executivo da Ford, Bill Ford.Ele acrescentou que "Mark Fields, vice-presidente executivo e presidente da Ford América, e sua equipe têm trabalhado em planos para acelerar seus esforços. Dentro de 60 dias, estaremos em situação de discutir que medidas tomaremos".Reestruturação A Ford está em meio a uma ampla reestruturação de suas operações na América do Norte, que inclui a eliminação de 30 mil postos de trabalho, o fechamento de 14 fábricas na região e a redução de custos trabalhistas e de produção, para se adaptar à demanda.Em relação às vendas mundiais de automóveis, a Ford perdeu US$ 808 milhões no segundo trimestre, frente às perdas de US$ 245 milhões durante o mesmo período de 2005.Essas perdas foram suficientes para "engolir" os US$ 646 milhões em ganhos dos serviços financeiros da Ford no trimestre. No mesmo período de 2005, as atividades financeiras da Ford geraram US$ 1,3 bilhão de lucro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.