Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

ESG

Coluna Fernanda Camargo: É necessário abrir mão do retorno para fazer investimentos de impacto?

Ford também suspende produção nas fábricas do Brasil e Argentina

A medida contra o novo coronavírus entra em vigor no dia 23 no Brasil e dia 25 na Argentina; não há data prevista para retorno

Cleide Silva, O Estado de S. Paulo

19 de março de 2020 | 16h19
Atualizado 19 de março de 2020 | 17h39

A Ford acaba de anunciar que também vai fechar suas 3 fábricas no Brasil (em Camaçari, na Bahia, Taubaté, em São Paulo e unidade da Troller em Horizonte, no Ceará), além da planta da Argentina em razão da epidemia do novo coronavírus. Ao todo, o grupo emprega 10,7 mil funcionários.

A medida entra em vigor no dia 23 na Argentina e no dia 25 no Brasil, e não há data prevista para retorno.Com isso, sobe para mais de 60 mil o total de trabalhadores de montadoras que vão ficar em casa no esforço para diminuir o número de contágios. Já haviam anunciado férias coletivas a Volkswagen, a General Motors e a Mercedes-Benz.

A Marcopolo, fabricante de carroceria de ônibus, e a Randon, de máquinas, além da metalúrgica Tupy, também anunciaram férias hoje em todas as suas unidades no País.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.