Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Ford também suspende produção nas fábricas do Brasil e Argentina

A medida contra o novo coronavírus entra em vigor no dia 23 no Brasil e dia 25 na Argentina; não há data prevista para retorno

Cleide Silva, O Estado de S. Paulo

19 de março de 2020 | 16h19
Atualizado 19 de março de 2020 | 17h39

A Ford acaba de anunciar que também vai fechar suas 3 fábricas no Brasil (em Camaçari, na Bahia, Taubaté, em São Paulo e unidade da Troller em Horizonte, no Ceará), além da planta da Argentina em razão da epidemia do novo coronavírus. Ao todo, o grupo emprega 10,7 mil funcionários.

A medida entra em vigor no dia 23 na Argentina e no dia 25 no Brasil, e não há data prevista para retorno.Com isso, sobe para mais de 60 mil o total de trabalhadores de montadoras que vão ficar em casa no esforço para diminuir o número de contágios. Já haviam anunciado férias coletivas a Volkswagen, a General Motors e a Mercedes-Benz.

A Marcopolo, fabricante de carroceria de ônibus, e a Randon, de máquinas, além da metalúrgica Tupy, também anunciaram férias hoje em todas as suas unidades no País.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.