Fortuna dos bilionários americanos cresce 13% no ano

Lista dos mais ricos dos Estados Unidos é encabeçada, pelo 19º ano seguido, por Bill Gates, fundador da Microsoft

NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2012 | 03h10

O patrimônio líquido dos americanos mais ricos cresceu 13% no último ano, chegando a US$ 1,7 trilhão, informou ontem a revista Forbes, com figuras conhecidas novamente ocupando o topo da lista anual da publicação - incluindo Bill Gates e Warren Buffett.

O patrimônio líquido médio dos 400 americanos mais ricos subiu para o recorde de US$ 4,2 bilhões, segundo a revista. O crescimento de 13% da fortuna dos mais ricos ultrapassou de longe o da economia global, ajudando a ampliar o abismo entre ricos e pobres.

Bill Gates, fundador da Microsoft, encabeça a lista pelo 19.º ano consecutivo, com US$ 66 bilhões, um aumento de US$ 7 bilhões em relação ao ano anterior.

Warren Buffett, presidente do conglomerado Berkshire Hathaway, ficou em segundo lugar, com uma fortuna estimada em US$ 46 bilhões, seguido de Larry Ellison, presidente da fabricante de softwares Oracle, com US$ 41 bilhões.

Os irmãos Koch, Charles e David, que comandam o conglomerado de energia e produtos químicos que leva seu nome, a Koch Industries, ficaram juntos em quarto, com US$ 31 bilhões cada, segundo a Forbes.

Não houve mudanças de posição nos primeiros cinco nomes do ranking em relação ao ano anterior.

Dois nomes notáveis caíram do top 10, no entanto. Sheldon Adelson, magnata dos cassinos, caiu do 8.º lugar no ano passado para o 12.º este ano. E o megainvestidor George Soros, que era o 7.º colocado na lista dos mais ricos americanos no ano passado, este ano aparece no 15.º posto. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.