Fórum Brasil Competitivo debate mercado de trabalho

Primeiro painel discute escola/emprego e o segundo enfoca educação profissional; evento é nesta terça-feira, 1, no 'Estado'

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2015 | 02h04

O Grupo Estado promove nesta terça-feira, dia 1º de setembro, mais um fórum da série Estadão Brasil Competitivo, que vai discutir a Educação para o Trabalho. Na última terça-feira, dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontaram uma taxa de desocupação de 8,3% no segundo trimestre de 2015 - a maior da série histórica, iniciada em 2012.

E é nesse contexto, de desemprego em alta, que o debate sobre capacitação profissional pode fazer a diferença entre estar ou não inserido no mercado de trabalho.

O evento será dividido em dois painéis. O primeiro vai discutir a transição da escola para o mercado de trabalho e a educação profissional como alternativa para os jovens brasileiros. Terá a participação do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Marcelo Feres, e do diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi.

O segundo painel, com a participação da diretora global de Educação do Banco Mundial, Claudia Costin, do professor da EESP-FGV, André Portela Souza, e do diretor de RH da Bosch América latina, Fernando Tourinho, vai focalizar a educação profissional como estratégia para ampliação da produtividade e competitividade. A cobertura do debate, acompanhada de reportagens especiais, será publicada em um caderno especial que circula na sexta-feira.

Vagas. Promovido com o apoio da CNI, o fórum será realizado no auditório do Grupo Estado, na Av. Professor Celestino Bourroul, 100, no Bairro do Limão. O evento é gratuito, mas para participação é necessário confirmar a presença pelo site www.furqdelg.com.br/foruns-estado-cni. As vagas são limitadas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Fórum Brasil Competitivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.