Fórum Social pede plebiscito oficial sobre a Alca

Uma campanha pela realização de um plebiscito oficial sobre a participação do Brasil nas negociações da Alca foi lançada hoje, em Belo Horizonte, durante o primeiro dia de atividades do I Fórum Social Brasileiro (FSB). "A nossa Constituição, prevê a realização de plebicistos para assuntos de grande interresse da Nação e nós consideramos a Alca um assunto de grande interesse da nação e a nação tem de opinar", disse a economista Sandra Quintela, do Instituto de Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS).Ela conclamou os diversos movimentos sociais presentes no evento para que eles pressionem o Congresso pela aprovação de um projeto de lei do senador Roberto Saturnino Braga (PT-RJ), que prevê a realização do plebiscito no dia 3 de outubro do ano que vem - data das eleições municipais - ou a adoção, por parte do governo, de "uma moratória da Alca por 20 anos". Para que o plebiscito aconteça na data programada, a economista destaca que o projeto, que atualmente tramita em comissões do Senado, terá de ser votado até abril do ano que vem. "Nós queremos é um debate aberto na sociedade brasileira sobre a Alca. E queremos que as pessoas tenham acesso às informações", disse. Ela lembrou que 10 milhões de brasileiros votaram no plebiscito popular sobre a Alca, realizado em setembro de 2002. Para ela, a Alca é "parte de um grande projeto de dominação dos Estados Unidos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.