Reprodução
Reprodução

Fotos falsas de acidente com navio da Petrobrás circulam em aplicativo

Imagens de explosão em um navio foram compartilhadas por milhares de usuários do WhatsApp

Carolina Moreira, especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

11 Fevereiro 2015 | 21h21

Após o acidente em um navio-plataforma da Petrobrás na tarde desta quarta-feira, 11, imagens começaram a circular no WhatsApp como se fossem da explosão que matou três pessoas e feriu 10, segundo a Secretaria de Saúde do Espírito Santo. O acidente no navio FSPO Cidade São Mateus, da Petrobrás, que ocorreu no litoral de Aracruz, no Espírito Santo.

As fotos são reais, mas não têm relação alguma com o ocorrido na embarcação da empresa estatal. As imagens, na verdade, são do acidente na torre Deepwater Horizon, da companhia British Petroleum, em 2010, no Golfo do México.  

Até o momento, nenhuma imagem do acidente no navio-plataforma operado pela BW Offshore, que atuava a serviço da Petrobrás, foi divulgada.

O acidente. A explosão ocorreu por volta das 12h50 desta quarta-feira, 11, em Aracruz (ES). Em nota, a estatal informou que 74 trabalhadores estavam embarcados. 

O navio-plataforma, da empresa BW Offshore e afretado pela Petrobrás, opera no pós-sal dos campos de Camarupim e Camarupim Norte, a cerca de 120 km da costa do Espírito Santo, desde junho de 2009. 

A produção da unidade era de cerca de 2,2 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural. A concessão de Camarupim é operada pela Petrobrás (100%) e a de Camarupim Norte é uma parceria entre a Petrobrás (65%) e a empresa Ouro Preto Energia (35%).


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.