Fox promete incentivar investimento mexicano no Brasil

O presidente do México, Vicente Fox, disse hoje, para cerca de 80 empresários mexicanos reunidos na Associação de Empresários Mexicanos no Brasil (AEMB), em São Paulo, que o governo continuará a apoiar as empresas que pretendem crescer fora do México. Segundo ele, o México vive uma nova etapa do desenvolvimento com a chegada de empresas mexicanos ao Brasil.Os investimentos mexicanos no Brasil somaram nos últimos 14 meses US$ 6,7 bilhões e já superaram os aplicados no Japão, Canadá e Reino Unido. De acordo com o presidente da recém-criada AEMB, Raul Moch, esse montante de investimento é o maior já realizado por um país no Brasil neste período de 14 meses. Depois de ter participado do lançamento da AEMB, Fox se reuniu com o Conselho Empresarial da América Latina (CEAL). De acordo com o diretor executivo do CEAL, Alberto Pfeifer, o objetivo do encontro é ampliar o diálogo para identificar novas possibilidades de investimento. Participaram da reunião empresários do agronegócio, eletroeletrônicos, construção, têxteis e autopeças, entre outros. Pfeifer disse que outro tema a ser abordado com o presidente Fox será a "ameaça" chinesa a setores produtivos brasileiro e mexicano. A idéia é tentar encontrar formas que permitam um maior equilíbrio entre o comércio dos dois países, que no ano passado somou US$ 3,2 bilhões, com superávit do Brasil de US$ 2,7 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.