Fracassa acordo para salvar banco alemão Hypo

O Hypo Real Estate Holding AG, segundo maior emprestador para compra de propriedade privada na Alemanha, informou que o plano de resgate no valor de US$ 48 bilhões foi colocado de lado. O consórcio de bancos que ajudaria no socorro desistiu da operação. O Hypo afirmou que permanecerá nos negócios através de "medidas alternativas". A Hypo é a primeira blue chip da bolsa de Frankfurt a pedir socorro ao governo depois de ter começado a enfrentar problemas em meados de setembro devido ao congelamento do crédito nos mercados internacionais. A instituição faz parte do índice DAX das 30 ações mais negociadas da Bolsa alemã. O plano, que foi aprovado na quinta-feira passada pela União Européia, daria credito suficiente para o Hypo sobreviver, com o governo fornecendo US$ 37 bilhões, e o restante vindo da iniciativa privada. A Chanceler alemã, Angela Merkel, presente na reunião da União Européia em Paris, se negou a comentar o fracasso do plano de resgate ao Hypo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.