França: deputados aprovam corte no salário de Hollande

A Assembleia Nacional da França votou nesta quinta-feira pela redução dos salários do presidente François Hollande e do primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault em 30%, como parte de uma série de medidas para cortar o orçamento.

Agencia Estado

20 de julho de 2012 | 13h36

Os deputados endossaram uma das primeiras decisões tomadas por Hollande que, ao tomar o poder, em maio, determinou a redução do seu salário e do seu primeiro-ministro para ? 14.910 mensais, ante ? 21.300. Os ministros de Estado também terão seus vencimentos reduzidos em 30%, para ? 9,940 por mês.

No começo do dia, os parlamentares apoiaram uma série de outras medidas abolindo incentivos fiscais e tributando os franceses mais ricos. As medidas fazem parte da lei do orçamento apresentada pela governo socialista de Hollande. (Dow Jones)

Tudo o que sabemos sobre:
FrançareduçãosalárioHollande

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.