França diz que não há plano para recapitalizar bancos

O governo francês afirmou neste domingo que está trabalhando "de mãos dadas" com os bancos domésticos, mas negou ter um plano para impulsionar as reservas de capital das instituições financeiras. "É claro que o governo está do lado dos bancos", afirmou à rádio RTL a porta-voz do governo e ministra do Orçamento, Valeria Pecresse, na noite deste domingo. "Mas não há plano para recapitalizar os bancos."

AE, Agencia Estado

25 de setembro de 2011 | 16h11

Pacresse reagiu a uma reportagem publicada no Journal du Dimanche. O texto diz que autoridades francesas estão trabalhando em um plano de contingência para injetar até 15 bilhões de euros nos maiores credores do país, para ajudá-los a expandir suas reservas de capital. O Banco da França também nega a existência do plano.

As ações dos bancos da França caíram com força nos últimos meses, em meio a preocupações com sua exposição à dívida soberana de alguns países europeus e por causa da dificuldade em levantar dólares. Os bancos franceses dizem que têm reservas adequadas para enfrentar mais perdas em seus portfólios de dívida soberana e que estão vendendo alguns negócios para reduzir sua necessidade de dólares. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CriseEuropaFrançabancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.