carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

França entra em recessão após 2ª queda consecutiva do PIB

Produto Interno caiu 1,2% no primeiro trimestre do ano; FMI e CE calculam que a economia perderá 3%

Efe,

15 de maio de 2009 | 05h43

O Produto Interno Bruto (PIB) francês caiu 1,2% no primeiro trimestre do ano, revelou nesta sexta-feira, 15, o Instituto Nacional de Estatística (INSEE), o que marca a entrada oficial do país em recessão econômica, ao somar seis meses consecutivos de queda da economia.

 

linkPIB alemão sofre queda histórica de 3,8%

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

 

O Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Comissão Europeia (CE) calculam que a economia francesa cairá 3% em 2009, um número que o governo começa a considerar como possível, embora oficialmente mantenha suas expectativas em 1,5%.

 

O INSEE revisou para baixo a queda do PIB no último trimestre de 2008, que situou em 1,5%.

 

Também revisou para baixo os dados do terceiro trimestre, nos quais, segundo a nova avaliação, o PIB caiu a 0,2%, frente ao crescimento de 0,1% previsto.

 

O consumo interno manteve sua tendência positiva, com uma alta de 0,2%, no mesmo nível que no trimestre anterior, mas este foi o único indicador positivo.

 

O saldo comercial exterior sofreu importantes quedas, tanto no que se refere às exportações (6%), como nas importações (5,3%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.