França quer implementação rápida de medidas acertadas em cúpula

O presidente da França, François Hollande, quer que as medidas decididas para a crise da zona do euro na cúpula da União Europeia (UE) do final de junho sejam implementadas rapidamente, afirmou nesta quarta-feira a porta-voz do governo Najat Vallaud-Belkacem, à medida que crescem os temores sobre o aumento dos custos de empréstimo da Espanha.

Reuters

25 de julho de 2012 | 09h49

"É absolutamente necessário implementar rapidamente e com firmeza as decisões tomadas na cúpula europeia de junho", disse Vallaud-Belkacem em entrevista semanal, quando questionada o que Hollande havia falado sobre os riscos de a Espanha precisar de um resgate numa reunião do Gabinete.

O ministro da Economia da Espanha, Luis de Guindos, está em Paris nesta quarta-feira para conversar com o ministro das Finanças da França, Pierre Moscovici, sobre a crise da dívida espanhola, um dia após encontrar o ministro das Finanças da Alemanha.

(Reportagem de Nick Vinocur)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFRANCAMEDIDAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.