Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

França reduz previsão de crescimento em 2014

A França reduziu sua previsão de crescimento novamente na quarta-feira e avisou que vai precisar de mais tempo para baixar o seu déficit público.

Estadão Conteúdo

10 de setembro de 2014 | 08h34

O ministro das Finanças do país, Michel Sapin, disse a jornalistas que a segunda maior economia da zona do euro deve crescer apenas 0,4% em 2014, em comparação com a previsão de expansão de 0,5% apresentada apenas algumas semanas atrás. Em 2015, a economia da França deve ter alta de 1%, contra uma previsão anterior de 1,7%, disse Sapin.

Ele admitiu que o déficit orçamentário da França deve responder por 4,4% da produção econômica em 2014, em vez de cair para 3,8%. Uma série de cortes de gastos em 2015 deve ajudar o governo a reduzir o saldo negativo para 4,3% no próximo ano e abaixo de 3% em 2017, disse.

Sob a supervisão do presidente François Hollande, a França já negociou uma postergação de dois anos, de 2013 para 2015, para levar o déficit orçamentário para a meta de 3% do PIB, que é a proporção exigida pela União Europeia. Os comentários de Sapin sugerem que o país pedirá autorização para mais um atraso.

"Nós não estamos pedindo qualquer mudança nas regras europeias, não estamos pedindo qualquer suspensão, ou por qualquer exceção a ser feita para a França ou qualquer outro país", disse Sapin. "Estamos pedindo para que todos possam levar em conta a realidade econômica, o crescimento que está muito fraco e a inflação que está muito baixa", acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.