Franceses saem às ruas em protesto contra pacto da UE

Dezenas de milhares de franceses saíram às ruas de Paris neste domingo para protestar contra o pacto fiscal da União Europeia (UE), que obriga os governos do bloco a respeitarem estritos limites de déficit. O protesto foi convocado por organizações ligadas à esquerda francesa.

RICARDO GOZZI, Agencia Estado

30 de setembro de 2012 | 16h40

Em meio a gritos de "resistência", cerca de 80 mil manifestantes, segundo cálculos dos organizadores, marcharam pelo centro de Paris. "Hoje é um dia no qual o povo francês lança um movimento contra as políticas de austeridade", disse o líder da Frente de Esquerda, Jean-Luc Mélenchon.

Um dos candidatos derrotados nas eleições presidenciais deste ano na França, Mélenchon negou que o protesto tenha como alvo o governo do presidente François Hollande. "Esta é uma manifestação da esquerda sob um governo de esquerda", afirmou.

Na terça-feira, o primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault deverá iniciar o debate sobre o pacto fiscal na Assembleia Nacional da França. O pacto exige que os participantes inscrevam na legislação de cada país o compromisso de limitar o déficit estrutural a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em circunstâncias normais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Françaprotestopacto fiscalUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.