Reprodução/Facebook Felipe Francischini
Reprodução/Facebook Felipe Francischini

Francischini diz que relator da reforma na CCJ será do PSL ou Novo

De acordo com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, a decisão será tomada 'o mais rápido possível'; a comissão é a primeira etapa da tramitação para alterar as regras de aposentadorias

Renato Onofre e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2019 | 19h01

BRASÍLIA - O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Felipe Franceschini (PSL-PR), afirmou que o relator da PEC da reforma da Previdência vai ficar entre parlamentares do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, e o Novo. De acordo com ele, a decisão será feita "o mais rápido possível" .

"Estou entre o PSL e o Novo. Os dois partidos estão mais alinhados com a proposta. Vamos anunciar o mais próximo possível", afirmou o presidente da CCJ.

O partido Novo é o mais cotado para assumir a relatoria da proposta de reforma na CCJ. A comissão é a primeira etapa da que altera as regras de aposentadorias. Francischini foi informado que a bancada tem interesse em assumir a relatoria.

O Novo apoia a PEC, mas é resistente à reestruturação das carreiras das Forças Armadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.