Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Franco suíço atinge máxima histórica ante euro com crise na Europa

A moeda europeia caiu para 1,2758 franco suíço, de acordo com o EBS, abaixo da mínima histórica anterior, de 1,2765 franco, registrada em 8 de setembro deste ano

Danielle Chaves, da Agência Estado,

15 de dezembro de 2010 | 10h25

Novas preocupações com uma disseminação da crise de dívida na zona do euro levou o franco suíço a uma máxima recorde diante do euro nesta manhã. A moeda europeia caiu para 1,2758 franco suíço, de acordo com o EBS, abaixo da mínima histórica anterior, de 1,2765 franco, registrada em 8 de setembro deste ano.

As pressões sobre o euro foram renovadas depois que a agência de classificação de risco Moody's colocou o rating Aa1 da Espanha em revisão para possível rebaixamento. O movimento gerou demanda pela moeda da Suíça, fazendo a libra também atingir a mínima histórica de 1,5074 franco.

Analistas disseram que se o euro continuar sob pressão nos próximos dias o franco poderá renovar o recorde. Uma cúpula de líderes da União Europeia está programada para quinta e sexta-feira desta semana e espera-se que sejam discutidas ações para evitar crise futuras. "Medidas como expansão da compra de bônus serão bem vindas, mas se nada concreto emergir da cúpula, então o euro pode cair mais", comentou Thomas Steinemann, estrategista da Vontobel.

Provavelmente os investidores ficarão relutantes em vender o franco antes da revisão trimestral do Banco Nacional da Suíça (SNB, na sigla em inglês) sobre a política monetária, na quinta-feira. O consenso é de que as taxas de juros sejam mantidas próximas de zero. Muitos observadores do mercado afirmam que o SNB manterá os juros por medo de provocar mais demanda por franco, que teve valorização de cerca de 14% neste ano diante de outras moedas fortes.

O SNB pode elevar suas previsões para a economia da Suíça, mas é improvável que o banco central sinalize uma nova intervenção para controlar a alta do franco. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Franco suíçocriseEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.