Fraude no Société relembra o caso Barings

Nos meios financeiros, a partir do momento que se divulgou, hoje, que o banco francês Société Generale vinha sofrendo uma fraude desde dezembro, que teria causado um buraco em suas contas no valor de 4,9 bilhões de euros, foi lembrado o nome de Nick Leeson, o homem que praticamente levou ao fechamento o banco Barings. Criado em 1762 por Sir Francis Baring, o Barings era o banco de investimento mais antigo em operação no Reino Unido e sofreu um desvio equivalente a US$ 1,5 bilhão. Agora, a fraude no banco francês, cometida nos mercados de derivativos futuros, foi praticada, segundo as primeiras informações, pelo parisiense Jerome Kerviel, um funcionário do Société.Uma negociação foi feita em 1995 para evitar o fechamento do Barings, em uma operação com o ING, da Holanda, surgindo o ING Barings. Nick Leeson perdeu cerca de US$ 1,5 bilhão com especulações em contratos futuros na área de derivativos.Foi no jogo do mercado financeiro que Nick Leeson ganhou e perdeu milhões de libras e levou o mais tradicional banco de investimentos a uma situação de dificuldade. Apostar alto nos derivativos, o mais arriscado segmento do mercado financeiro, foi seu erro.Consecutivas quedas na Bolsa de Valores de Tóquio, acentuadas pelo terremoto em Kobe em janeiro de 1994, fizeram com que ele perdesse uma fortuna. Ele tinha 28 anos quando cometeu a fraude.Na autobiografia "A história do homem que levou o banco Barings à falência", Nick Leeson contou como encobriu as perdas na conta chamada de erro 88888 e como escondeu, durante dois anos, a situação financeira do Barings em Cingapura, enganando auditores internos e externos e a própria Bolsa. Em fevereiro de 1995, quando o escândalo estourou, Leeson fugiu para a Inglaterra, mas foi preso ao fazer uma conexão em Frankfurt e foi extraditado para Cingapura, onde cumpriu uma pena de seis anos e meio por fraude no sistema financeiro.Leeson nasceu nos subúrbios de Londres e aos 25 anos era considerado um gênio das finanças, responsável pelos negócios do Barings Futures no volátil pregão de Cingapura. Um filme foi feito sobre sua vida, com o título Rogue Trader.O caso de Nick Leeson se tornou famoso no mundo e até provocou mudanças por parte de auditorias nas análises de balanços de instituições financeiras. Algumas consultorias chegaram a ser consideradas culpadas, por não terem enxergado nos balanços as fraudes praticadas por Leeson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.