Fraudes atingem 5% dos benefícios da previdência

Pelo menos 5% das aposentadorias e pensões concedidas pelo INSS, que somam 21,4 milhões de benefícios apresenta indício de fraude e será auditado pela Previdência Social, anunciou nesta quinta-feira o secretário-executivo do ministério, Álvaro Sólon. O prejuízo pode superar R$ 5 bilhões em um ano.Para reforçar o combate às fraudes o ministério prometeu ampliar a força-tarefa, um grupo especializado na identificação de quadrilha e sonegadores, constituído por auditores do INSS, policiais federais e procuradores de Justiça. Permanentemente a força-tarefa só existe no momento em São Paulo e Rio de Janeiro. Hoje foram criadas 14 unidades e, até o fim de 2006, haverá grupos funcionando em todos os Estados. O INSS pretende auditar um milhão de benefícios no prazo de um ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.