coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Frente a frente

TECNOLOGIA: As salas de telepresença têm telas de alta definição, que mostram as pessoas em tamanho natural. Também são equipadas com som de alta qualidade, que dão a sensação de direção e profundidade para simular um encontro presencial. As salas são conectadas por uma rede de alta velocidade, para garantir a qualidade da comunicação.AMBIENTE: A decoração, a arquitetura e a iluminação são importantes na telepresença. As salas em um sistema de telepresença precisam ter paredes, mobiliário e tapetes iguais, para que seus usuários tenham a impressão de que todos estão em uma sala só.GASTOS: A telepresença é uma maneira de as empresas reduzirem gastos com viagem. Além do pagamento de hotéis e voos, o tempo que os executivos perdem nas viagens de negócio são custos para a empresa. A tecnologia pode tornar mais efetiva a comunicação dessas pessoas a distância. As salas de telepresença custam de US$ 50 mil a US$ 300 mil.

, O Estadao de S.Paulo

07 de fevereiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.