Frete sobe 17% com diesel mais caro

Os transportadores rodoviários de cargas vão reajustar os fretes este mês em 17%, em média. O objetivo é repassar para os embarcadores da carga parte dos aumentos de custos decorrentes da alta do diesel. De acordo com estudos da Associação Nacional do Transporte de Cargas (NTC), baseados em planilhas da Fipe/USP, o óleo diesel acumula uma alta de 43,15% desde novembro. Além da variação do diesel, os estudos da entidade comprovaram reajustes acumulados de 15,3% no óleo, de 10,65% nos veículos e de 10,13% no seguros entre novembro e fevereiro. O aumento do custo variável do veículo, no período, chegou a 24,35%, segundo a NTC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.