Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Friboi: acordo com Cade não é reconhecimento de culpa

O acordo fechado entre a Friboi e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no processo de acusação de formação de cartel não envolve o reconhecimento de culpa, de acordo com o diretor de relações com os investidores da Friboi, José Paulo Macedo. Segundo ele, pelo acordo fechado, a Friboi se propôs a pagar um total de R$ 13,7 milhões para o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, gerido pelo Ministério da Justiça e que tem seus recursos provenientes de ações tomadas pelo Cade e pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC). Segundo Macedo, este valor será pago 30% à vista e o restante em seis parcelas mensais. "A empresa decidiu que esta era a melhor maneira de resolver a questão com o Cade", afirmou o executivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.