Friboi faz recall de carne nos Estados Unidos

Cerca de 190 toneladas podem estar contaminadas por bactéria que causa diarreia

Raquel Landim, O Estadao de S.Paulo

29 de junho de 2009 | 00h00

A JBS Swift Beef Co, que pertence ao frigorífico brasileiro JBS Friboi, está promovendo um recall de cerca de 190 toneladas de produtos de carne bovina nos Estados Unidos. A carne pode ter sido contaminada pela bactéria E. Coli, que provoca distúrbios estomacais, conforme comunicado divulgado ontem pelo Serviço de Inspeção e Segurança alimentar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (FSIS, em inglês).Iniciado na quinta-feira, o recall envolvia inicialmente apenas 18,5 toneladas de carne, mas foi ampliado ontem para 190 toneladas. Segundo a JBS Friboi, o problema foi detectado em apenas um lote produzido na fábrica de Greeley, no Estado americano do Colorado, no dia 21 de abril. O produto foi distribuído para os EUA e outros países.Jeremiah O?Callaghan, diretor de Relações com Investidores da JBS Friboi, disse que é um recall "voluntário", que a companhia decidiu realizar "por precaução". Ele argumenta ainda que o recall representa apenas uma fração das 9 mil toneladas de carne que a empresa processa por dia nos EUA.A bactéria Escherichia Coli, ou E. Coli, é encontrada nas vísceras de mamíferos e aves e pode infectar o seres humanos. Pode causar diarreia, desidratação e, nos casos mais graves, colapso renal. Crianças, idosos e pessoas com fraco sistema imunológico estão mais sujeitos a esse tipo de contaminação. De acordo com O?Callaghan, o problema foi detectado em carne de músculo, que é consumida cozida, o que mata a bactéria. A contaminação é mais perigosa se ocorrer em hambúrgueres ou carne moída, mas o executivo descarta a possibilidade.Ele afirma que não é possível saber ao certo, mas a empresa acredita que a contaminação ocorreu em uma das mesas em que a carne é cortada na fábrica. Ele garante que todas as áreas da unidade são higienizadas diariamente. O recall está sendo ampliado como resultado da cooperação da FSIS com o Centro de Controle de Doenças e Prevenção (CDC) numa investigação sobre 24 doenças em vários Estados americanos, 18 das quais parecem estar associadas. Criada na década de 50, a JBS Friboi tornou-se um gigante nos últimos dez anos. Em 2005, comprou a Swift Argentina, iniciando seu processo de internacionalização. Após abertura de capital na bolsa, em 2007, adquiriu a companhia americana Swift Foods & Company por US$ 1,4 bilhão e se tornou líder em exportação de carne bovina, com capacidade de abate de 47,1 mil cabeças por dia. A JBS emprega 40 mil funcionários em quatro países. COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.