Frigorífico Marfrig compra ativos do OSI por US$ 680 mi

O frigorífico Marfrig, um dos maiores processadores de carne do País, anunciou ontem a compra de ativos do grupo americano OSI no Brasil e em países da Europa. Maior fornecedor de carne para o McDonald?s, o OSI vendeu para o Marfrig 15 unidades de processamento de aves e outros animais, por US$ 680 milhões. Desse total, US$ 400 milhões serão pagos em dinheiro e US$ 280 milhões em ações ordinárias da Marfrig. O negócio poderá envolver mais US$ 220 milhões, dependendo do desempenho das unidades européias.Com a compra das empresas do grupo OSI no Brasil e na Europa, o Marfrig estima um aumento de US$ 2 bilhões (R$ 3,24 bilhões) na receita líquida anual. Esse valor representa quase a totalidade do faturamento registrado pelo grupo no ano passado, de R$ 3,34 bilhões. O Marfrig fez várias aquisições nos últimos meses, mas a compra dos ativos do OSI é o negócio mais importante feito pelo grupo. Com as fábricas do OSI, o Marfrig dobra de tamanho, e aumenta sua presença em alimentos industrializados, processamento de aves e avança no mercado europeu.No Brasil, as empresas do grupo OSI compradas pelo Marfrig são a Braslo Produtos de Carnes, importante fornecedor de redes de fast-food; a Penasul Alimentos, produtora de industrializados e frangos, dona da marca Pena Branca no Sul do País; e a Agrofrango, de abate de frangos. Na Europa, o Marfrig comprará o grupo Moy Park, da Irlanda do Norte, que abastece redes como McDonald?s e KFC. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.