Fronteiras da Argentina com o Uruguai terão novo bloqueio

As fronteiras entre a Argentina e o Uruguai serão novamente bloqueadas, simultaneamente, nesta quarta-feira, 14, a partir das 19 horas. O protesto será realizado pelos ambientalistas e moradores das cidades argentinas de Concordia, Colón e Gualeyguachú, contrários à instalação da fábrica de celulose finlandesa Botnia em Fray Bentos, no Uruguai. Esse será o quarto bloqueio total das pontes internacionais somente nesse ano.Em Concordia, os manifestantes bloquearão a ponte que liga à cidade uruguaia de Salto. Segundo um dos líderes do movimento, Leandro Pozzi, o bloqueio será concluído às 22 horas, mas existe a possibilidade de mantê-lo por tempo indeterminado, a exemplo do que ocorre na ponte Gualeyguachú-Fray Bentos, fechada há dois meses. Em Colón, os manifestantes anunciaram que o bloqueio vai durar todo o fim de semana, até a noite de domingo.No verão passado, esses protestos provocaram um prejuízo de US$ 400 milhões ao Uruguai, segundo o presidente Tabaré Vázquez. Agora, o governo calcula que o prejuízo será maior que a cifra anterior, em torno de US$ 500 milhões. Os bloqueios impedem a passagem de turistas da Argentina para as praias uruguaias em plena temporada. Além disso, as mercadorias também ficam travadas nas fronteiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.