EFE
EFE

Fruta congelada chinesa é suspeita de causar hepatite tipo A na Austrália

Empresa Patties Food começou a retirar na semana passada do mercado as embalagens suspeitas de provocarem a morte de nove pessoas até agora

EFE

18 Fevereiro 2015 | 15h59


SYDNEY - Ao menos nove pessoas contraíram hepatite tipo A na Austrália supostamente após consumir polpa de fruta congelada importada da China, segundo autoridades locais.

A empresa Patties Food começou a retirar na semana passada do mercado as embalagens de frutas congeladas da marca Nanna após registros dos primeiros casos de infecção, como medida preventiva.  

O diretor gerente da empresa, Steven Chaur, disse que no momento ainda não existem análises que possam comprovar a relação entre o consumo do produto e a onda de infecção.

"Estamos enviando amostras ao exterior para análise sobre a presença do vírus e identificar se há vínculo entre a hepatite A e nossos produtos, mas no momento nossa prioridade é a segurança pública", disse.

A falta de higiene dos trabalhadores nas indústrias chinesas e o uso de água potencialmente contaminada poderiam ser as causas do problema.

O diretor executivo da campanha 'made in Austrália', Ian Harrison, defendeu a necessidade de informações claras na etiqueta dos produtos sobre o país de origem dos produtos alegando que os consumidores estariam mal informados sobre a procedência.

Mais conteúdo sobre:
Hepatite

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.