FT: BC surpreendeu o mercado ao elevar juro a 11,75%

O Banco Central surpreendeu o mercado ontem à noite ao elevar os juros em 0,5 ponto porcentual, para 11,75% ao ano, o dobro do que a maioria dos economistas esperava, afirma o jornal britânico Financial Times.O jornal lembra que a medida do BC encerrou um período de mais de dois anos de redução das taxas, devido à preocupação de que a inflação ao consumidor ficará acima da meta do governo "O movimento irá provocar reações furiosas dos grupos de empresários e trabalhadores", escreveu o FT.Conforme o jornal, nos últimos dois anos a demanda interna passou a ser o principal condutor do crescimento econômico brasileiro, tomando o lugar das exportações. A queda do desemprego, o aumento dos salários e o financiamento mais barato provocaram um boom de consumo, especialmente em setores mais sensíveis ao crédito, como veículos. Cerca de 2,4 milhões de carros foram vendidos no Brasil no ano passado, um aumento de 28%. "A forte demanda continua neste ano. As vendas no varejo subiram 12% em fevereiro, na comparação com o ano passado."O FT lembra ainda que a pesquisa Focus desta semana (relatório do BC com as projeções informadas pelas instituições financeiras) mostrou que as previsões para a inflação neste ano estão em 4,66%, acima do centro da meta do governo, de 4,5%. "A todo momento estão se intensificando os sinais de que a demanda está crescendo fortemente e de que o delicado balanço existente desde o início do ano foi quebrado", disse o economista-chefe do banco ABN Amro, Alexandre Schwartzman, em entrevista ao FT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.