Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Funcex prevê saldo comercial de US$ 2,2 bi em fevereiro

Caso o saldo de fevereiro seja confirmado, será superior ao apurado em janeiro

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

22 de fevereiro de 2008 | 11h20

Os números preliminares da balança comercial de fevereiro, até a terceira semana do mês, permitem projetar exportações em torno de US$ 13 bilhões e importações de US$ 10,8 bilhões, com saldo comercial positivo em US$ 2,2 bilhões este mês, segundo estimativa da Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior (Funcex) no boletim de fevereiro divulgado hoje. Caso o saldo de fevereiro seja confirmado, será superior ao apurado em janeiro (US$ 944 milhões, atingindo o seu menor valor mensal desde junho de 2002), mas ainda representará uma queda de 23% em relação ao mesmo mês de 2007.O boletim da Funcex destaca que, no período acumulado de 12 meses até janeiro, os montantes das exportações e das importações já atingiram osrecordes de US$ 162,9 bilhões e US$ 124,5 bilhões, respectivamente, levando à redução do saldo acumulado, que registra US$ 38,5 bilhões até janeiro. A redução do saldo em 12 meses ocorreu porque as importações têm crescido a um ritmo muito superior ao das exportações. Cenário positivoO otimismo em relação ao desempenho da balança comercial do País em 2008 cresceu em fevereiro, revela o boletim da Funcex. Segundo o boletim, "nas últimas semanas o cenário tornou-se mais positivo para as exportações brasileiras", que devem crescer 15% este ano, alcançando US$ 185 bilhões. As importações devem ficar em US$ 154,5 bilhões, o que representa uma alta de 28%, levando a um superávit de US$ 30,5 bilhões em 2008.De acordo com a Funcex, "após um início de ano de muitas dúvidas quanto à evolução da economia mundial, por conta da crise no sistema financeiro americano, o cenário se tornou mais positivo nas últimas semanas, especialmente no que diz respeito à evolução dos preços das matérias-primas (commodities) exportadas pelo Brasil". A Funcex cita, como exemplo, o reajuste do minério de ferro em até 71% promovido pela Vale junto a siderúrgicas japonesas, sul-coreana, alemã e chinesa.O boletim acrescenta que esse cenário, somado ao bom desempenho das exportações nos dois primeiros meses deste ano, possibilitam estimar um crescimento de cerca de 15% das exportações em 2008, sendo cerca de 5% referentes às quantidades exportadas e 10% referentes aos preços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.