Funcex revisa para cima expectativa para balança comercial

A Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (Funcex) vai revisar para cima sua projeção de superávit comercial e exportações para este ano. No fim do ano, a entidade havia montado cenário com expectativa de US$ 29 bilhões de saldo. Na época, a estimativa foi considerada otimista, porque estava acima da média do mercado. O economista da Funcex, Fernando Ribeiro, disse que o novo número não foi definido, mas deverá ficar no intervalo entre US$ 31 bilhões e US$ 33 bilhões.Nas últimas quatro semanas, as previsões de superávit das instituições financeiras captadas pelo Boletim Focus saltou de US$ 27,9 bilhões para US$ 29 bilhões, valor divulgado hoje. No caso das exportações, a Funcex trabalhava com crescimento de 10% para o ano, que também será ampliado. Ribeiro explica que o comércio mundial está melhor do que era esperado na virada do ano, quando se acreditava numa desaceleração. "As exportações continuam crescendo a um ritmo forte e os preços não caíram tanto", afirmou. Ribeiro cita a alta de preços do minério de ferro e derivados este ano e pondera que se esperava desempenho pior para os preços das commodities agrícolas.O economista também explicou que os efeitos da quebra da safra agrícola na Região Sul serão compensados pelo avanço nas exportações de manufatura, que estão puxando o crescimento das vendas externas, além de outros itens, como o próprio minério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.