Funcionários da Caixa decidem manter a greve

Os funcionários da Caixa Econômica Federal de Brasília decidiram hoje continuar a greve iniciada na semana passada. A decisão foi tomada, segundo o Sindicato dos Bancários de Brasília, porque não foi apresentada nova proposta pela direção da CEF. Apesar disso, o sindicato informou que continuará a negociar.Os funcionários reivindicavam aumento de 21,5% para recompor perdas anteriores, mas depois concentraram a pauta em um reajuste salarial de 12,6% para todas as verbas da remuneração, além de aumento no valor do ticket alimentação e antecipação da participação nos lucros e resultados.O vice-presidente de logística da Caixa, Paulo Roberto Bretas, disse que apenas 273 das 1.994 agências da instituição foram totalmente paralisadas pela greve. "Não é verdade o que o sindicato diz que a greve fechou 100% das agências. Temos somente 13,4% das agência fechadas", disse.Ele informou ainda que 50% das agências vêm funcionando de forma parcial, mas com as portas abertas ao atendimento do público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.