Funcionários da Petrobras fazem paralisação amanhã

Federação reclama que a Petrobras vem se recusando a negociar critérios de distribuição de PLR

Agência Estado,

30 de junho de 2008 | 19h55

Os petroleiros fazem na terça-feira, 1º, uma paralisação de 24 horas em protesto contra a redução na distribuição de participação nos lucros e resultados (PLR) pela Petrobras. Segundo comunicado distribuído há pouco pela categoria, os empregados da estatal farão uma vigília nesta terça, mantendo apenas as atividades essenciais nas plataformas de produção de petróleo, refinarias, terminais de distribuição e áreas administrativas. "Apesar de a legislação permitir que seja provisionado à força de trabalho até 25% dos dividendos pagos pela empresa, os acordos de PLR conquistados pelos petroleiros nos últimos anos têm garantido valores que não chegam a 13% dos dividendos distribuídos aos acionistas da Petrobras", informou, em nota, a Federação Única dos Petroleiros (FUP). Segundo o texto, a proposta apresentada no início do mês pela companhia reduz em 31% a PLR dos trabalhadores com menor salário, em comparação ao valor pago em 2007.A federação reclama que a Petrobras vem se recusando a negociar critérios de distribuição de PLR, conforme previsto em lei. "Os excelentes resultados alcançados pela Petrobras nos últimos anos são fruto do empenho e dedicação dos trabalhadores", diz o comunicado. Em 2007, a estatal registrou lucro de R$ 21,5 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrasPetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.