Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Funcionários da WorldCom processam Morgan Stanley

Funcionários da WorldCom entraram com uma ação judicial contra a Morgan Stanley, afirmando que a corretora os prejudicou ao deixar de recomendar estratégias de ?hedging? (proteção) para os participantes do plano de opções de ações para empregados da companhia. Ontem, as ações da WorldCom fecharam a US$ 0,83; em junho de 1999, elas chegaram a US$ 64,50. Em nota à imprensa, o escritório de advocacia Klayman & Toskes anunciou que foi contratado por funcionários da WorldCom que exigem uma indenização de, pelo menos, US$ 50 milhões. O escritório acredita que o número de funcionários prejudicados poderá ser bem maior do que o daqueles que iniciaram o processo. Outras ações judiciais de grupos de funconários ou de acionistas minoritários da WorldCom, relacionados a a estratégias de investimento, foram iniciadas contra a Salomon Smith Barney e contra a Merrill Lynch.

Agencia Estado,

26 de junho de 2002 | 16h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.